Cds e Dvds

Bem, acho que é indiscutível o fato de que o Rio Grande do Sul é um dos grandes celeiros do Metal no Brasil, principalmente no que tange a sonoridades mais agressivas e extremas.

 

Nomes como Krisiun, Brutal Morticínio e Symphony Draconis são provas mais do que concretas que a água por aqueles lados possui algo de diferente e capaz de gerar Metal extremo de qualidade.

 

Oriundo de Bagé, o quinteto formado por Luciano Ferraz (vocal), Matheus Leal (guitarra), Alan Quintana (guitarra), Luiz Mario Moraes (baixo) e Bruno Dachi (bateria) aposta no Thrash Metal, mas ao contrario de boa parte das bandas que surgem no Brasil seguindo essa vertente, optaram por se afastar de uma sonoridade mais tradicional e oitentista e investir em uma sonoridade mais moderna, pesada, grooveada e com influências de estilos como Progressivo e o Heavy Tradicional. Isso sem dúvida acaba por gerar um resultado bem interessante.

 

O Machinaria se mostra uma banda ousada, já que logo em seu trabalho de estreia, optou por um álbum conceitual, que tem como tema a Inquisição Católica ocorrida durante a Idade Média. Um tema instigante e que foi muito bem explorado nas letras por Luciano Ferraz (e como historiador formado, posso afirmar isso com propriedade). Musicalmente falando, a sonoridade aqui presente combina muito bem com a parte lírica do trabalho, sendo bem pesada e agressiva. Felizmente estamos diante de um trabalho variado que alterna muito bem faixas mais velozes com outras mais cadenciadas, o que torna sua audição muito fácil e agradável, afinal, nada é mais chato do que você ter aquela impressão que o álbum inteiro é composto de uma só música, como observamos muito por ai nos dias de hoje. Os vocais se destacam, pois vão do gutural ao limpo, passando pelo rasgado, sempre com muita qualidade. Já a dupla de guitarristas faz um belo trabalho, com ótimos riffs e solos bem melodiosos e cm influência de Metal Tradicional. A parte rítmica, como não poderia deixar de ser, demonstra muita qualidade e técnica, fazendo a base para o som pesado do Machinaria. Destaques aqui vão para “Iconoclast”, “Scapegoat”, “Holy Office”, “Sacred Revolutions/Profane Revelations” e “Shallow Grave”.

 

A produção foi da própria banda, enquanto a mixagem e masterização foi realizada pelo baterista Bruno Dachi. Conseguiram deixar tudo audível, pesado e agressivo, apesar de pecar em um ou outro momento no que tange a timbragem dos instrumentos (principalmente nos solos). Ainda sim, isso não afeta o ótimo resultado final de Sacred Revolutions/Profane Revelations.

 

Não o que debater aqui, o Machinaria estreia com o pé direito e mostra um potencial de crescimento muito grande para os próximos anos. É raro nos deparamos com um debut que possua um nível de maturidade assim tão alto, o que nos faz ansiar muito pelos próximos trabalhos do quinteto gaúcho. Sim meu amigo, é o Rio Grande do Sul nos presenteando com mais um grande nome para o Metal Nacional. Se você (como eu) só conhecia Bagé devido a um certo Analista ai, agora vai passar a conhecer pelo Machinaria e seu Thrash de qualidade!

 

Machinaria - Sacred Revolutions/Profane Revelations (2014)

(Independente – Nacional)

 

- Iconoclast

- Scapegoat

- Act Of Justice

- Holy Office

- Pictures Of The Dark

- Sacred Revolutions/Profane Revelations

- New Eyes, Old Lies

- Shallow Grave

BÔNUS TRACK

- Burning My Soul

About the Author

Leandro Vianna

Leandro Vianna

Leandro Vianna é apaixonado por Metal. Mineiro, flamenguista, historiador, pai do Arthur, cinéfilo de carteirinha é viciado em música de qualidade.

Temos 463 visitantes e Nenhum membro online

LEITURA SUGERIDA:

GRID LIST
Vídeos e Artistas

Firewind - Edge Of A Dream

O Firewind liberou o seu novo videoclipe, desta vez para a faixa 'Edge Of A Dream', à…
Artigos

Lançamentos 2012 - Parte 1

Já chegamos na metade da temporada 2012 e o mercado fonográfico tem brindado os amantes…
AntestorThe-Forsaken
Discos

ntestor - The Forsaken

Depois de diversas reformulações em seu line-up desde o primórdio de seu surgimento, em…
Artigos

Lançamentos 2009 - Parte 2

Discos que eram ansiosamente esperados pelos fãs, estréias de novas formações e a certeza…
Discos

Mad Old Lady - Power of Warrior

Surgida no ano de 2011 pelas mãos do vocalista Eduardo Parras, a Mad Old Lady lançou em…
Artigos

Top 5 Heavy Metal nacional - Parte 1

Foram muitos os discos “brazucas” e bandas nacionais que conseguiram fazer sucesso em…