Cds e Dvds

A historia dos cariocas da Dancing Flame é um retrato perfeito das agruras que as bandas nacionais passam por apostarem em um estilo que se encontra fora dos holofotes da grande mídia.

 

Surgida em 1995 com o nome de Dirty Woman e com duas demos lançadas logo no início, Strike Blow! (96) e Red Moon (98), tiveram que esperar quase 10 anos para finalmente conseguir lançar seu debut, que passou nada mais do que 5 anos sendo gravado (entre 2003 e 2008). Sendo assim, só o fato de Dancing Flame (o álbum) ter visto a luz do dia, já fez do quinteto um vencedor na loteria do Metal nacional.

 

Já de cara, a maideniana “Sleepless Nights” não deixa qualquer duvida sobre o que o ouvinte vai encontrar aqui, uma boa mescla de Hard oitentista com o melhor da NWOBHM, com a sonoridade pendendo na maior parte do tempo para o primeiro. Um exemplo disso pode ser encontrado nos “hardões” “Strike A Blow!” e “Lords Of Fire”. Ainda sim o Heavy Tradicional dá as caras aqui nos ótimos duetos e solos de guitarra da dupla Emerson Mello e Gleydson Moreira, que se destacam ao lado do bom vocalista Adriano Oliveira, que consegue soar muito agradável aos ouvidos, principalmente pelo fato de não cometer aqueles exageros inerentes a alguns vocalistas do gênero. A “cozinha” composta por Kleber Reis e Fabrício Groetaers (que na época do lançamento havia sido substituído por Rafael Ferreira) e mostra competente e responsável por imprimir o peso necessário a boa música presente nesse debut.

 

Ok, é inegável que em muitos momentos falta certa identidade a música do grupo, que pode passar não só aquela impressão de “já ouvi isso antes’ como também soar um pouco datada, mas é algo esperado em um trabalho de estreia. Isso acaba sendo compensado pela capacidade do quinteto de forjar bons temas. Destaque para as faixas já citadas acima, a balada “I Swear” (com direito a um quarteto de cordas), o hardão oitentista “Everybody’s Creeping”, a Hard/Heavy “Cheap Trick” e “War Crimes”.

 

A produção ficou a cargo da banda, tendo a mixagem sido feita por Diogo Macedo e o guitarrista Emerson Mello e a masterização pela imbatível dupla Heros Trench e Marcelo Pompeu. Tudo muito bem feito e de ótima qualidade. Já a capa é uma bela obra de Gustavo Sazes, fechando um pacote que demonstra todo o profissionalismo da banda.

 

Em resumo, estamos diante de um bom trabalho de estreia, que se por um lado não demonstra originalidade, por outro nos coloca diante de uma banda competente, criativa e que nesse momento estava em busca de dar personalidade a sua música, intento que alcançaria em seu próximo trabalho.

 

Dancing Flame – Dancing Flame (2009)

(Independente – Nacional)

 

Sleepless Nights

Strike A Blow!

Dancing Flame

Lords Of Fire

I Swear

Everybody’s Creeping

Cheap Trick

Windows to Your Soul

Red Moon

Open Your Heart

Vampire Sleep

War Crimes

About the Author

Leandro Vianna

Leandro Vianna

Leandro Vianna é apaixonado por Metal. Mineiro, flamenguista, historiador, pai do Arthur, cinéfilo de carteirinha é viciado em música de qualidade.

Temos 526 visitantes e Nenhum membro online

LEITURA SUGERIDA:

GRID LIST
Artigos

Michael Jackson / 1958-2009

O universo da música ficará para sempre com um vazio praticamente insubstituível. O dia…
Shows e Festivais

Iron Maiden: Rio de Janeiro

Há nove anos o Rio de Janeiro não recebia o Iron Maiden, por isto foi ‘armada’ uma grande…
Discos

Maquinários - Seis milhas para o Inferno

O Maquinários é uma banda natural de Santa Catarina que aposta no Rock n' Roll e Metal…
Vídeos e Artistas

Aygan - From the Fire

A banda paulista Aygan oficializou recentemente o lançamento do seu novo vídeo clipe. A…
Discos

Sunroad - Flying N’ Floating

Muito Hard Rock, composições de primeira linha e ainda excelentes participações…
Vídeos e Artistas

“Ô” baterista!

Eis que no meio de um grande show toda a banda se retira do palco e lá fica ele: o…