Início

FacebookTwitter

Com mais de uma década dedicada ao underground os paulistas do Andralls se orgulham de mais um conceituado trabalho de estúdio. "Breakneck", disco lançado em 2012, evidencia a banda entre os grandes nomes do Thrash Metal nacional!

O Metal Clube conversou com o baterista Xandão, que revelou como foi o processo de composição do disco, falou sobre as dificuldades da cena e mostrou planos para 2013. Confira!

Metal Clube - O Andralls possui uma carreira sólida e consolidada entre os principais nomes brasileiros e chega ao quinto disco de estúdio recebendo fortes elogios. Como você avalia todo esse crescimento desde o início das atividades?

Xandão - Eu penso que tudo isso se deve ao esforço que nós membros da banda sempre tivemos com relação ao trabalho relacionado a ela, seja nas gravações dos discos, nas turnês organizadas pela banda. Os projetos que nos propusemos a fazer sempre fizemos questão de fazer muito bem feito. Acho que isso refletiu em nossa carreira e após tanto anos batalhando estamos em nossa melhor fase tanto no que diz respeito a shows quanto a lançamentos.

Metal Clube - "Breakneck" trouxe uma sonoridade potente e que traz algumas das principais características da banda. Após os elogios, como o grupo avalia o resultado final do trabalho levando-se em conta a produção, arte gráfica etc?

Xandão - Posso dizer que atingimos com esse disco exatamente o que queríamos atingir. Fizemos um trabalho que saiu a gosto de todos os membros, todos compondo um pouco e colocando sua personalidade no álbum e isso fez com que o álbum saísse com a cara da banda.

Metal Clube - A maioria das bandas que surgem no underground nacional precisam buscar artifícios para ganhar fãs e manter-se viva perante as dificuldades. Se voltarmos ao tempo, como você relembra o início da trajetória do grupo e como foi superar todos os obstáculos? Quais os grandes aprendizados do underground? 

Xandão - Eu costumo dizer que quem quer faz, basta ter disciplina e saber correr atrás das coisas. Dificuldades sempre irão aparecer e isso não é só para banda que vem do underground, em todos os âmbitos da vida elas irão aparecer e o segredo é saber exploraras e aprender com elas.

Tivemos que passar por muitos obstáculos desde o começo da banda, como falta de grana para fazer as coisas, trocas de integrantes. O grande aprendizado que tiramos disso tudo é permanecermos fortes e convictos com relação ao que realmente queremos e esperamos, sendo digno de fazer o trabalho que amamos fazer e fazer o nosso, correr atrás do nosso sem se preocupar com o que os outros irão falar, ou seja, trabalhar duro!

Metal Clube - A banda fez longa turnê pela Europa para divulgar "Breakneck". O quanto esses shows fora do país foram importantes para a banda? Quais os grandes momentos dessa turnê?

andralls pressfront

Xandão – Sempre curtimos muito cair na estrada, podemos falar que somos literalmente uma banda de estrada. Sempre que saímos em tour é sempre muito bom, independente de se a tour é muito boa ou não, já aprendemos a desfrutar desse momento.

Essa nossa ultima passagem pela Europa foi a melhor tour que fizemos dentro de todas que já havíamos feito por lá. Estivemos em lugares que nunca tínhamos tocado antes e participando de festivais importantes no cenário europeu.

Com certeza os pontos altos da tour foram os festivais 'Obscene Extreme' na Rep. Tcheca, o 'Brutologos', na Espanha e também o penúltimo show na Bulgária que foi uma overdose de Fasthrash. A galera se portou como verdadeiros animais!

Metal Clube - A banda se apresentou na Rússia pela primeira vez na divulgação do novo disco. Como foi a experiência?

Xandão - Essa experiência foi com toda a certeza a mais f*** de todas nossas vidas. Fízemos seis shows em sete dias pela grande Rússia, viajando normalmente de trem em um verão muito quente.

Os shows sempre foram com muita adrenalina e com muita receptividade por conta do público que respondia ao que fazíamos no palco, ou seja, essa foi a primeira vez de muitas tours que estarão por vir na Rússia.

Metal Clube - Uma grande quantidade de bandas brasileiras está surgindo, porém poucas conseguem dar sequência de forma produtiva em sua trajetória ou que traga retorno para os músicos. Qual a receita, em sua visão, para diminuir essa situação por aqui?

Xandão - Sinceramente não acho que tenha uma receita para isso, pois se tivesse todos iriam fazer e estaria tudo a mil maravilhas. Penso que o caminho da música independente, se é underground ou não, é um pouco injusto e não está aí para todos. No final sobrarão os mais fortes e os que realmente estão dispostos a abdicar de algumas coisas para poder terem outras.

Metal Clube - Alguma banda brasileira é influência para o Andralls nesse sentido? Aproveitando, o que dizer do cenário nacional no que se diz respeito ao apoio do público, estrutura e organização para shows?

Xandão - Sim, o Krisiun e o Ratos de Porao são duas bandas que posso falar que são influencias para o Andralls nesse sentido de luta e seriedade com o que se propõe a fazer.

Sobre o cenário musical eu não sou daqueles que saem falando m****. O Andralls é uma banda que sempre está rodando e tirando nossas bundas gordas e magras das cadeiras em prol do underground. É claro que nem sempre você cai na mão de gente boa, mas já estamos bem crescidinhos e já sabemos com quem se envolver ou não.

O publico ao fim vai aonde ele quer ir e onde pode financeiramente também, é claro que com a explosão de shows internacionais por todo o país o publico vai se dividir um pouco, mas quem trabalha sério sempre terá seu lugar ao sol.

Metal Clube - Para fechar, quais os planos para 2013? Deixe uma mensagem aos nossos leitores!

Xandão - Cair na estrada como sempre fizemos e no meio disso iremos gravar um show para incluir no lançamento de nosso DVD que provavelmente será lançado entre julho e agosto de 2013. Já temos muitas imagens selecionadas desde o começo de nossa carreira até os dias de hoje.

Além disso, iremos fazer agora no começo do ano as regiões Sul e Sudeste. Em setembro de 2013 voltaremos a Europa para fazermos mais uma tour pelo Velho continente.

Quero agradecer ao apoio do Metal Clube e dizer a todos os leitores que o Andralls continua por aí com muita garra!

andralls breakneck_2012

Capa de "Breakneck", novo disco do Andralls


Conheça a banda Andralls:

Site oficial: www.andralls.com.br

Myspace: www.myspace.com/andralls

Assista o clipe 'Under the Insanity', clique aqui


 

About the Author

Reynaldo Trombini

Reynaldo Trombini

Reynaldo Trombini é fã de Metal e bandas tradicionais como Megadeth, Metallica e Iron Maiden. Atua como colaborador do Metal Clube desde 2007 e de lá para cá vem realizando entrevistas, cobertura de shows e muito mais!

CDS & DVDS

GRIDLIST

Tropa de Shock - Immortal Rage

Quando falamos do Tropa de Shock nos remetemos a uma lenda viva do Metal brasileiro não é…

Gasoline Special - Rck n’ Rll

Imagine uma banda que exala Rock n’ Roll, apresenta um som direto e ao mesmo tempo…

Hate for Revenge – Return of the Hate

O Hate for Revenge, banda paulista formada em 1999, divulga após uma pausa nas atividades…

Primal Fear - Delivering the Black

Os alemães do Primal Fear podem ser facilmente tachados como uma das bandas de Metal com…

Forkill - Breathing Hate

Os cariocas do Forkill chegam ao cenário brasileiro com força total! A banda aposta em…

Fire Hunter - Arising From Fire

Mais de uma década de trabalho fizeram com que os paranaenses do Fire Hunter divulgassem,…

Dynahead - Chordata I

Já há alguns anos que os músicos do Dynahead têm conseguido aparecer com destaque em meio…

Panzer - Honor

O Panzer é uma daquelas bandas que nasceram para orgulhar o underground nacional devido a…